Húmus de chícharo

Gosta de snacks rápidos, fáceis, saudáveis e, ao mesmo tempo deliciosos?

Então este húmus de chícharo é para si!

O húmus é, normalmente, preparado com grão de bico. Hoje trago-lhe uma versão preparada com uma leguminosa menos conhecida, mas muito rica em vitaminas A, B6, C e K, folato, fibras e proteínas. Além disso, são excelentes para regular e gerar a energia que os músculos precisam durante a atividade física.

E, o melhor de tudo, é que ficam muito bem em praticamente todas as receitas, substituindo o grão, o feijão ou até mesmo a lentilha.

Conheça mais uma receita que criei com a leguminosa que é rainha em Alvaiázere.

Húmus de chícharo

Ingredientes para o húmus de chícharo

  • 200 gramas de chícharo cozido e escorrido (veja aqui como demolhar e cozer o chícharo)
  • 50 a 100 ml de água da cozedura
  • 50 ml de azeite
  • 1 colher de sopa de tahini (pasta de sésamo) – opcional
  • Sumo de 1/2 limão
  • 1 pitada de cominhos
  • 1 pitada de sal

Preparação

  1. Coloque o chícharo, previamente cozido e escorrido, no processador de alimentos. Pode também usar a varinha mágica.
  2. Adicione cerca de 50 ml de água resultante da cozedura e processe, até obter um puré. Se necessário, adicione um pouco mais de água.
  3. Adicione agora o tahini, o azeite e os temperos.
  4. Volte a processar, até obter uma pasta lisa.
  5. Prove e retifique os temperos se necessário.
  6. Sirva este delicioso húmus de chícharo acompanhado de nachos, ou com alguns vegetais cortados em palitos.
  7. Experimente, também, usá-lo para barrar o pão.

Património gastronómico de Alvaiázere, o chícharo dá nome ao Festival que, há vários anos, se realiza para sua promoção e ao qual se associam outras atividades de carácter cultural, o que passou a atrair ao concelho numerosos visitantes desejosos de conhecerem a região.

Com o Festival do chícharo, a aposta de Alvaiázere vai no sentido de promover um evento que é muito mais que uma atividade de entretenimento, mas um meio de promoção do território e dos seus recursos endógenos, potenciando o surgimento de mais oportunidades de negócio, reforço da economia local e da notoriedade do concelho.

Este ano por força das circunstâncias o Festival não terá lugar, pelo menos na versão tradicional, pelo que foi criada uma iniciativa com impacto similar: Alvaiázere Sabe Bem.

Com Alvaiázere Sabe Bem, queremos dinamizar e promover os estabelecimentos locais de restauração, mas também a gastronomia local e produtos endógenos, valorizando o receituário local e levando-o a todo o pais.

Com Alvaiázere Sabe Bem, convidamos todos os alvaiazerenses a mostrar as suas receitas, tradicionais ou novas, utilizando o chícharo e outros produtos da região.

Inscreva-se AQUI.