Canelés de Bordéus

Os canelés são uns bolinhos franceses tradicionais da região de Bordéus.
São particularmente conhecidos pelo seu formato, e também pelo facto de terem um exterior crocante e dourado, enquanto que o interior é mais húmido e alveolado.

Não são difíceis de preparar, mas são necessárias umas formas próprias para canelés e muita paciência, pois a massa deve repousar, depois de pronta, por pelo menos 24 horas até poder ir ao forno.

Uma espera que compensa!

Os canelés são ideais para acompanhar uma chávena de chá ou café e podem ser consumidos tanto ao pequeno almoço como lanche, sobremesa… ou, se for como eu, a qualquer hora!

Uma receita que lhe recomendo vivamente que experimente.

Canelés de Bordéus

Ingredientes para os canelés

  • 500 ml de leite meio gordo
  • 25 gramas de manteiga
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha, ou as sementes de 1 vagem
  • 50 ml de rum
  • 1 ovo
  • 2 gemas de ovo
  • 250 gramas de açúcar
  • 150 gramas de farinha

Preparação

  1. Coloque o leite juntamente com a baunilha, a manteiga e o rum num tacho e leve ao lume até ferver.
  2. Quando ferver, retire do lume e reserve até arrefecer.
  3. Num recipiente, coloque o ovo, as gemas e o açúcar. Bata um pouco até obter um creme.
  4. Adicione a farinha e misture até incorporar.
  5. Adicione o leite, aos poucos, sem parar de mexer.
  6. Cubra o recipiente com película aderente e reserve no frio durante, pelo menos, 24 horas, sendo que pode repousar por até dois dias.
  7. Durante o tempo de repouso, misture a massa por umas 3 a 4 vezes.
  8. Passado o tempo de repouso, unte 10 formas para canelés com manteiga derretida, ajudando-se de um pincel.
  9. Coloque as formas num tabuleiro e leve ao congelador durante cerca de 15 minutos.
  10. Entretanto, pré-aqueça o forno nos 225ºC.
  11. Retire o recipiente com a massa do frigorífico e distribua-a pelas formas, enchendo praticamente até ao limite.
  12. Leve o tabuleiro com os canelés ao forno durante 15 minutos.
  13. Sem retirar os canelés do forno, reduza a temperatura para os 175ºC e deixe por mais 1 hora.
  14. É normal os canelés ficarem com um tom dourado e que pareçam ligeiramente queimados. Contudo, se começarem a ficar demasiado escuros, recomendo que reduz um pouco a temperatura do forno ou que os cubra com uma folha de papel alumínio.
  15. Retire os canelés do forno e desenforme-os ainda quentes. Deixe arrefecer em cima de uma rede.

O resultado final deverá ser uns canelés dourados e crocantes no exterior, mas com um interior cremoso, que faça recordar o pudim, com alvéolos.

Notas

  • Usei rum dourado
  • Usei formas metálicas. Existem também em silicone, mas o resultado final não são uns canelés tão crocantes como ficam nas formas de metal.
  • No meu forno, usei ventilação. Caso o seu não tenha, aumente 10ºC.
  • Caso o seu forno demore mais tempo a atingir a temperatura programada, deixe, enquanto aquece, as formas untadas no congelador e a massa no frigorífico.