Bolo de espelta com maçã e requeijão

Há dias que passam a voar e que deveriam ter, pelo menos, o dobro das horas. Esta semana tem sido assim, a correr e sem tempo para fazer tudo o que tenho pendente; mas há sempre tempo para, entre as muitas receitas que tenho de preparar e fotografar (e o meu trabalho na escola e na pastelaria), ligar o forno e ser um bocadinho mais feliz. Afinal, ser feliz é mesmo ligar o forno e fazer um bolinho despretensioso, mas delicioso com o maravilhoso requeijão de vaca que lhe aporta uma cremosidade incomparável, conjugado com o sabor de um dos meus frutos preferidos de outono: a maça.

Por isso, vem daí, liga o forno, prepara este bolo e senta-te a beber um café e pensar nas coisas bonitas da vida e no quão belo é podermos fazer aquilo de que gostamos.

Ingredientes para o bolo

5 ovos

225 gramas de açúcar mascavado

1 limão – raspa da casca

50 gramas de manteiga derretida

1 requeijão de vaca Tété – aprox. 225 gramas

270 gramas de farinha de espelta

1 colher e meia de chá de fermento em pó

3 maçãs médias

Preparação

Comece por ligar o forno nos 170º.

Unte uma forma com 26 cm de diâmetro, ou várias pequenas com manteiga e polvilhe com farinha. Reserve.

Bata os ovos com o açúcar, na potência máxima, até obter um creme volumoso.

Bolo delicioso de maçã

Adicione a manteiga derretida e o requeijão ligeiramente desfeito com a ajuda de um garfo e bata mais um pouco.

Adicione a raspa da casca de limão e a farinha, previamente peneirada com o fermento. Envolva com movimentos cuidadosos.

Adicione as maçãs, previamente descascadas, descaroçadas e cortadas em pedaços pequenos. Misture ligeiramente na massa do bolo.

Verta a massa na/s forma/s e leve ao forno, no caso de uma única forma grande, por cerca de 40 minutos. Caso opte por formas mais pequenas, dê 20 minutos e vá verificando, com a ajuda de um palito, o ponto de cozedura do bolos.

Depois de cozido, retire o bolo para cima de uma rede e deixe arrefecer ligeiramente antes de desenformar.

Anúncios